Qual o melhor óleo de coco?Qual é o melhor óleo de coco que você vai encontrar no mercado?

Há algum tempo, o óleo de coco entrou no hall de queridinhos de nutricionistas e pessoas que buscam melhores hábitos alimentares. Muito se diz sobre os seus benefícios miraculosos, mas muito se diz também sobre os seus terríveis malefícios à saúde. No entanto, o que é verdade e o que é mito em relação a essas informações? Nós contaremos mais neste post. E, de quebra, ainda damos umas dicas do melhor óleo de coco para fins diferentes. Confira!

 

Melhor óleo de coco para cozinhar: Óleo de Coco Extravirgem Copra 500ml

Óleo de Coco Extra Virgem CopraO óleo de coco Copra é provavelmente o mais conhecido no mercado, e não é por menos. Seus óleos são sinônimo de qualidade. Prova disso é que eles são indicados por chefs como o Lucas Corazza e a Paula Martins.

O óleo de coco extravirgem Copra é fonte de triglicerídeos de cadeia média, ácidos graxos e glicerol. Além disso, é rico em ácido láurico, uma excelente fonte ação antibacteriana, antiviral e antifúngica e que também é encontrado no leite materno.

Ele não possui conservantes, nem açúcares e adoçantes, além de apresentar acidez máxima de 0,3%.

Melhor óleo de coco para o cabelo: Óleo de Coco Extravirgem Soft Hair 200ml

Óleo de Coco Capilar SofthairO óleo de coco extravirgem da Soft Hair é ideal para quem quer manter os cabelos brilhosos e hidratados.

Ele pode ser usado para hidratação, umectação ou para finalização, como silicone capilar. Vem na versão do pote de 200ml, mas também pode ser encontrado em sachês de 15ml para usos pontuais.

Pode ser aplicado diretamente nos fios, massageando levemente para a umectação, bem como pode ser misturado ao seu creme de hidratação.

Para a finalização, basta aplicar uma pequena quantidade nos fios secos e desfrutar de cabelos brilhosos.

Melhor óleo de coco para a pele: Óleo de Coco Extravirgem em Cápsulas Copra 1000mg

Óleo de Coco em Cápsulas CopraCom a versão em cápsulas do óleo de coco extravirgem Copra, você consegue todos os benefícios de sua versão líquida, mas ingeridos diretamente em porções de 1g.

O frasco contém 60 cápsulas de softgel que devem ser tomadas até 2 vezes ao dia, preferencialmente antes das principais refeições.

É importante frisar que elas devem ser indicadas por nutricionistas, principalmente em casos de gestantes, nutrizes e crianças de até 3 anos de idade.

 

Mitos e verdades sobre o óleo de coco

Você certamente já ouviu alguém falando sobre como o óleo de coco é um produto formidável, que faz maravilhas para o corpo e para a mente. Certamente também já ouviu alguém falando que não é nada disso, que, na verdade, ele é terrível para o coração, que aumenta o colesterol “ruim”, dentre outras coisas.

Vamos mostrar o que é verdade ou não sobre esse óleo do momento.

Verdades

Vale ressaltar que todos os benefícios citados aqui foram comprovados cientificamente por meio de estudos. Além disso, também vale lembrar que esses benefícios foram alcançados ao utilizar o óleo de coco puro, não refinado.

Outro fato importante é que, em todos os estudos citados abaixo, o óleo de coco foi utilizado em pequenas quantidades. Sendo assim, apenas acrescentado às dietas das pessoas que participaram deles.

O óleo de coco não deve ser prescrito ou utilizado como medicação específica.

Ajuda a diminuir a cintura

Pelo menos cinco estudos foram feitos com pessoas acima do peso para verificar se haveria diminuição na circunferência abdominal quando o óleo de coco era introduzido em suas dietas. Em todos os estudos, houve diminuição.

No entanto, os resultados foram tímidos. Por isso, não espere perder 5cm de cintura em 1 mês só porque você acrescentou algumas colheres do óleo à sua dieta. (1, 2, 3, 4, 5)

Diminui os níveis de LDL e aumenta os de HDL

Parte dos estudos citados acima também comprovou que houve algum aumento no nível de HDL, o colesterol “bom” e diminuição do HDL, o colesterol “ruim” em pessoas que utilizaram o óleo de coco durante um tempo. (6, 7, 8, 9)

Melhora a saúde bucal

Em estudos feitos com sessenta adolescentes de 16 a 18 anos, foi comprovado que o óleo de coco ajudou a diminuir a bactéria causadora da placa após 30 dias. O mesmo estudo também mostrou que ele também ajudou a diminuir a inflamação causada pela gengivite. (10)

Outro estudo também mostrou que o óleo de coco, quando usado como enxaguante bucal, também auxilia na diminuição de bactérias causadoras de mau hálito. (11)

Melhora a qualidade de vida em pacientes com câncer de mama

Mulheres em estágio mais avançado de câncer de mama e que realizavam quimioterapia tiveram alguma melhora de vida após passarem a consumir diariamente 20ml de óleo de coco em suas dietas.

As melhoras foram observadas em relação à fadiga, sono, falta de apetite, atividade sexual e autoestima. (12)

Melhora a saúde da pele e do cabelo

Também foi provado que o óleo de coco possui efeitos hidratantes em peles secas, bem como diminui os efeitos de eczemas. (13, 14).

Ele também protege os fios de cabelo contra os raios ultravioletas em até 20%, efeito que também funciona para a pele. (15, 16).

Mitos

São muitos os mitos em relação ao óleo de coco. Tantos que nem daria para enumerar todos aqui neste texto. A verdade é que, para a maioria deles, existem estudos, mas ainda são todos muito embrionários.

O problema é que alguns desses mitos são um tanto quanto perigosos, como “ele melhora a função cerebral e causa melhora em pacientes com Alzheimer”. Não existe ainda nenhuma prova científica de que o óleo de coco seja, de fato, um agente melhorador nesse caso.

Inclusive, a Associação Brasileira de Nutrologia não recomenda a prescrição de óleo de coco para estes casos.

Conclusão

O óleo de coco não é um mocinho, mas também não é um vilão. A maior verdade é que ainda não se sabe muita coisa sobre ele. Mesmo assim, você pode consumi-lo normalmente, desde que com moderação. Afinal de contas, ele é um óleo e óleos não devem ser consumidos em grande quantidade.

Para fins estéticos como hidratação de pele e cabelos e remoção de maquiagem, ele é bastante útil. Certamente, seu uso neste sentido não trará nenhum problema para a sua saúde.

 

Enfim, esperamos que você tenha gostado de nosso post. Lembrando que o melhor óleo de coco deve ser sempre aquele que não passou por muitos processos químicos. Quanto mais natural, melhor!

Se você quiser nos contar como você utiliza o óleo de coco na sua vida ou se ainda tiver alguma dúvida sobre o assunto, deixe um comentário abaixo que nós responderemos! Até a próxima!

Meu nome é Elaine e vou ajudá-lo a encontrar os melhores produtos! 🙂
follow me
Qual é o melhor óleo de coco que você vai encontrar no mercado?
Taxa contribuição

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário